terça-feira, 16 de outubro de 2018

Invista na sua Educação para um Futuro Melhor


168. São quantas horas há em uma semana.
Se você é um estudante, provavelmente acha que isso não é suficiente. Eu sei: você tem muitas tarefas para fazer, projetos para trabalhar e testes para estudar.
Além disso, você tem outras atividades e compromissos. E tenho certeza que você quer ter uma vida social também.
Não seria bom se você pudesse estudar de maneira mais inteligente (não estamos falando de mais difícil), tirar boas notas e levar uma vida equilibrada?

Claro que sim. É por isso que escrevi este artigo. O principal objetivo da educação não é obter um A direto. Mas aprender a aprender é uma habilidade vital aprender a atingir seus objetivos, como por exemplo: se preparar para um concurso para Agente de Transito, do qual você precisa de conhecimento específicos.
Por isso, passei horas vasculhando artigos científicos e periódicos de pesquisa para encontrar as melhores maneiras de aprender com mais eficiência.
Eu sou uma aluna de longa data, e faz muito tempo que completei minha educação formal. Ao longo da minha carreira acadêmica, usei quase todas as dicas descritas neste artigo e agora resolvi passar o conhecimento adiante.
Vamos começar. Aqui estão algumas maneiras científicas de aprender mais rápido.

Aprenda as mesmas informações de várias maneiras

A pesquisa que fiz mostra que diferentes mídias estimulam diferentes partes do cérebro. Quanto mais áreas do cérebro forem ativadas, maior a probabilidade de você entender e reter as informações.
Então, para aprender um tópico específico, você pode fazer o seguinte:
·         Leia as anotações da aula
·         Leia o livro didático
·         Assista a um vídeo na internet
·         Procure outros recursos online
·         Crie um mapa mental
·         Ensine a alguém o que você aprendeu
·         Pratique em voz alta
Claro, você não será capaz de fazer todas essas coisas de uma só vez. Mas cada vez que você revisa o tópico, use um recurso ou método diferente - você aprenderá mais rápido dessa maneira.

É mais eficaz estudar vários assuntos todos os dias do que aprofundar em um ou dois assuntos

Por exemplo, se você está se preparando para os exames de matemática, história, física e química, é melhor estudar um pouco de cada assunto todos os dias. Essa abordagem ajudará você a aprender mais rápido do que concentrando-se apenas em matemática na segunda-feira, história na terça-feira, física na quarta-feira, química na quinta-feira e assim por diante.
Mas por quê? Porque você provavelmente confundirá informações semelhantes se estudar muito do mesmo assunto em um dia.
Então, para estudar com inteligência, divida seu tempo de estudo para cada assunto. Ao fazer isso, seu cérebro terá mais tempo para consolidar seu aprendizado.
A revisão periódica é essencial se você quiser mover informações de sua memória de curto prazo para sua memória de longo prazo. Isso ajudará você a obter notas melhores para o exame.
Como mostra a pesquisa, a revisão periódica é maior do que a do aperto de mão. 
O intervalo de revisão ideal varia, dependendo de quanto tempo você deseja reter as informações. Mas a experiência - tanto minha quanto do trabalho com alunos - me diz que os seguintes intervalos de revisão funcionam bem:
  • ·         1ª revisão: 1 dia depois de aprender as novas informações;
  • ·         2ª revisão: 3 dias após a 1ª revisão;
  • ·         3ª revisão: 7 dias após a 2ª revisão;
  • ·         4ª revisão: 21 dias após a 3ª revisão;
  • ·         5ª revisão: 30 dias após a 4ª revisão;
  • ·         6ª revisão: 45 dias após a 5ª revisão;
  • ·         7ª revisão: 60 dias após a 6ª revisão.

Obviamente que a maioria dos alunos não possui esse espaço prolongado de tempo para estudar. Portanto, divida ele na metade caso necessário, é uma maneira mais rápida e reduzida de aprender o conteúdo desejado.



Share:  

0 comentários:

Postar um comentário