quinta-feira, 30 de junho de 2016

Quais os erros mais comuns de quem estuda para Concursos?

Passar em um concurso público exige preparação – e infelizmente, ser aprovado e classificado está se tornando cada vez mais difícil. O maior motivo é o aumento gradual da concorrência, já que conseguir uma vaga em concurso é um sonho de muitos que buscam estabilidade e bom ganho financeiro.

Em um concurso público, um candidato deve possuir estratégias diferenciadas para que garanta a classificação: um bom planejamento e persistência são dois fatores essenciais.
Normalmente, os candidatos cometem diversos deslizes e, por isso, afetam a aprovação.

Por que você não está sendo aprovado?

Muitos estudantes acabam se preocupando e ficando ansiosos pelo fato de terem sido reprovados em algum concurso público.

Alguns equívocos podem ser os responsáveis, como, por exemplo:

  • Esquecimento de documentos,
  • Falta de atenção na leitura dos editais, 
  • Estudar somente na véspera da prova, 
  • Entre outros.


A falta de atenção dos editais é um fator que pode fazer toda a diferença no sucesso do candidato, pois é neles que constam as informações que devem receber toda a atenção dos estudantes: vocação, formação escolar, experiência e afinidade, por exemplo.

Estar familiarizado com o edital compromete positivamente a estratégia de estudo!

Mas é claro, as falhas de quem estuda para concursos vão além disso. Outros erros mais comuns em concursos públicos.

Quais são os erros mais comuns de quem estuda para concursos?

Existem dezenas de erros corriqueiros que os candidatos cometem ao estudar para concursos públicos.

Os erros mais comuns em concursos públicos podem ser apontados como:

  1. Não possuir um ritmo de estudos estabelecido: as sessões de estudo e a intensidade dos estudos devem ser programadas. Não é de grande valia estudar muito em um dia e somente retornar ao material semanas depois. Um cronograma planejado é saudável e recompensador.
  2. Esperar o edital sair para começar os estudos: o edital, como se sabe, é só lançado alguns poucos meses antes do concurso. Esse prazo pode ser demasiado curto para começar a estudar os materiais. 
  3. Utilizar materiais incorretos ou mesmo duvidosos: é muito usual que os estudantes procurem por matérias online que podem não estar atualizados com as retificações do edital publicado.
  4. Estudar de maneira aleatória: muitos candidatos não distribuem os estudos de forma apropriada ao longo da semana e isso é um erro grave. O correto é manter estudar as disciplinas equilibradamente.
  5. Se cansar de tanto estudar: se você acha que chegar à exaustão vai te ajudar no concurso público acredito – isso é errado! 

Estudar sem pausas é quebrar com o equilíbrio emocional e vai causar muito estresse.
A solução? Pense em qualidade de estudo e não em quantidade! Estude pouco, mas disciplinadamente.

Você possui os erros mais comuns em concursos públicos? Sane-os e boa sorte!

Share:  

0 comentários:

Postar um comentário